Top 2014: Musicas Que Fizeram a Minha Cabeça

dezembro 17, 2014 at 9:07 pm (Top) ()

top 2014

Depois de um belíssimo. sensual e por que não dizer sensual top Pessoas Que Fizeram Meu Coração Parar, chegou a vez da música. Eu provavelmente estou esquecendo muitas músicas que eu ouvi sem parar em 2014, mas é por que minha memoria só guarda informações importantes como cada mínimo detalhe ocorrido nas mil séries que eu assisto. E depois de lista feita essa é a mais coerente lista que eu já fiz de música, normalmente eu vou do metal ao country.

Beyonce – Jealous

Se você achava que eu iria começar com alguém que não fosse Queen Bey, you know nothing, Jon Snow. Acho que essa música é uma surpresa pra qualquer um que me conhece. I’m not the jealous type, sem falar que acho que a maioria das pessoas não  da muito bola pra essa música no album. Eu simplesmente amo, de verdade, fico repetindo aleatoriamente durante o ano o “if you keep your promise i’m keeping mine”. E se você assiste ANTM, no video, a Renee do ciclo 20 aparece.

Demi Lovato – I Really Don’t Care

Eu gostei muito do album DEMI, odiei a capa, mas as músicas eu curti. Acho que são bem quem é a Demi ou ao menos a imagem que ela transmite pros fãs. I Really Don’t Care é minha música favorita com Something That We’re Not, as duas músicas são bem animadas e pra cima, mesmo tendo letras meio raivosas do tipo “Sai da minha vida e me deixa em paz, que não sou obrigada”. Melhor ainda a Demi ter escolhido mudar a ótica da mensagem de I really Don’t Care sobre ser uma break-up song e fazer um hino sobre ser você mesmo.

Ed Sheeran – Photograph

A lista é de músicas e não videos, por isso Thinking Out Loud não entrou, apesar de amar a música. Eu sou apaixonada pelas letras do Ed, ele é único artista que eu gosto de todas as músicas em seus albuns, não existe uma música no + e no X que eu não tenha gostado. Escolhi Phorograph, mas poderia ter sido I’m a Messy também.

Taylor Swift – Blank Space

Eu gostei muito de 1989, acho que RED ainda é meu album favorito, mas nesse album eu não desgostei de nenhuma canção e só agora, depois de ouvir o album completo em torno de umas 100 vezes as letras estão começando a me atingir do jeito que normalmente a Taylor consegue. Escolhi Blank Space por que amo o video, mas também vale citar Bad Blood e Wonderland.

Gabrielle Aplin – Please, Don’t Say That You Love Me

Escolhi Please Don’t Say That You Love Me, mas poderia ser Panic Cord, as duas músicas ecoaram perfeitamente na minha cabeça. Agora escolhi essa por que foi a primeira vez que encontrei alguém capaz de expressar exatamente a minha visão do amor. Sou sempre tida como fria, algumas insanas pessoas até tem essa absurda ideia de que sou uma player com uma longa lista de conquistas, quando eu sou o exato oposto. Então essa música expressa bem o que eu tenho por amor e como eu me comporto nele.

Rixton – Make Out

Como Rixton entrou na minha vida eu não tenho certeza, mas poucas músicas ficaram como Make Out. Ela é uma música tão viva e dá vontade de sair dançando pelo quarto feito uma idiota e a letra é apenas fantástica, fala com a minha alma de forma profunda.

Beyonce – XO

Amo Amo Amo Amo. Tá na lista de música que vai tocar se um dia eu inventar de casar e isso não é algo discutível. E eu só aceito a voz da Beyonce nessa música, desculpa, nenhuma outra voz consegue me impactar como a dela.

The Vamps – Somebody To You

Eles ocupam o gap que Jonas Brothers deixaram, é uma boy band que toca instrumentos e são fofinhos. Devo dizer que eu adoro como eles respeitam mulheres de uma forma geral e que são uma banda Yes Homo pra vida, sério, eles vira e mexem dão selinho um nos outros no big, se alguém pergunta quem eles estão namorando eles dizem uns aos outros. E música com a Demi sempre agrada meu coração.

Fifth Harmony – Reflection

Eu estou com essas meninas desde 2012 no X Factor e dá um orgulho ver elas crescerem e chegarem com músicas assim e apresentações on point. E assim, não é apenas a volta dos Girls Group, mas são 5 POC passando uma mensagem de empoderamento feminino para milhares de garotas adolescente pelo mundo.

Beatz – Problem

Eu até gostava da voz da Ariana Grande na época do Victorious, mas fora disso, no geral a voz dela não me desse, só gosto em Break Free. Por isso eu escolhi o cover de Problem feito pelas meninas do Beatz, um girl gruop australiano que foi injustamente retirado do X Factor Au.

Sam Tsui – Talk Dirty

Talk Dirty eu gosto da original, de verdade, mas a voz do Sam Tsui e os violinos fazem desse cover algo muito especial.

Bastille – Pompeii

Primeiro eu quero declarar meu amor incondicional ao Dan Smith e ao cabelo dele. Depois a letra dessa música simplesmente não saiu da minha cabeça desde a primeira vez que eu ouvi, sem brincadeira. Tem muitos dias que eu simplesmente acordo com alguma frase aleatória dela repetindo na minha mente sem motivo e lá vai o dia todo falando “But if you close your eyes” ou “How I gonna be optimist about this?” .

The 1975 – Girls

The 1975 é uma dessas bandas que eu não falo muito por ai que escuto ou gosto, é uma dessas bandas que eu não seria rapaz de reconhecer os integrantes mesmo se eles estivessem do meu lado e eu nem sei o nome deles. E eu gosto de manter isso assim, eles fazem a música e eu adoro e nossa relação acaba ai.

Nicky Minaj – Anaconda

My Anaconda Don’t… Amo/sou essa música e o clipe é É O Tchan na Selva e não tem problema, continua sendo incrivelmente foda.

Beyonce – ***Flawless

Se você achou que eu poderia terminar essa lista com outra música, you know nothing, Jon Snow.

Link permanente Deixe um comentário

Top 2014: Pessoas Que Fizeram Meu Coração Parar parte 2

dezembro 16, 2014 at 7:04 pm (Top) ()

top 2014

Segunda e final parte do top Pessoas que fizeram meu coração parar. Olha, devo dizer que esse foi um especial ótimo de se fazer, ficar pesquisando fotos dessas 50 pessoas maravilhosas foi minha alegria.

25. Lindsey Morgan

Lindsey Morgan

Ela é a bad ass mecânica especial de The 100, ela é sassy, ela é foda e parece a irmã mais nova da Naya Rivera, como não ama-la?

24. Tyler Posey

Tyler Posey

Look this cutie pie. Ele é o meu if I have to pick a dude em Teen Wolf, não tem outra opção pra mim, ou é Scott McCall ou uma das garotas. Ainda mais quando eu soube que ele super topa explorar a bissexualidade do Scott na série.

23. Marie Avgeropoulos

Marie Avgeropoulos

Sério, vamos conversar sobre o que tem na água do Canada, por que chegou num ponto que não é justo com o resto do planeta. Bad Ass Worrior Princess Octavia tá ai provando que o Canada tem algum projeto secreto de dominação mundial pela beleza, só isso explica.

22. Natasha Negovanlis

Natasha Negovanlis

Ah satan, por que ela sabe que veio aqui arruinar vidas e está feliz com isso. Natasha é linda de todo jeito e com todas as vozes que é capaz de fazer, mas quando ela tá com esse cabelo curto e transita na androgenia me fazendo confundi-la com o Ezra Miller, esse é o momento que ela tem meu coração.

21. Adelaide Kane

Adelaide kane

Queen Mary da Escocia, Cora Hale ou como você quiser chamar essa adorável australiana que roubou meu coração na primeira cena dela em Teen Wolf. Como resistir a uma australiana? Especialmente quando ela é tão nerd que vai fantasiada de Mulher Maravilha pra Comic Con quando tem panel da própria série lá.

20. Elizabeth Henstridge

ELIZABETH HENSTRIDGE

Jemma Simmons é britânica, fã de Doctor Who, gênio e adorável. Ninguém aqui culpa o Fitz por ter uma crush nela, ou a Skye pelo mesmo motivo.

19. Nick Jonas

Nick Jonas

Fui fã dos Jonas Brothers mesmo e ai? Vai me processar por isso. E a criança cresceu tão bonito, mas tão bonito.

18. Kat Graham

Kat Graham

Odiando ou amando a Bonnie, você precisa reconhecer que Kat Graham é a atriz mais bonita do cast de TVD, seja você Team Delena, Team Steroline, Team O Raio Que Te Parta, olha pra ela. Essa mulher é linda e ela canta, dança e atua.

17. Arden Cho

Arden Cho

Uma vida inteira baseada em eu podia ficar encarando essa mulher sorrir pela eternidade. Sério, olha esse sorriso. E os olhos dela são a coisa mais linda. E ela ainda canta, luta arte marcial, o pai é instrutor de algo ai e consegue ser a coisinha mais fofa dessa vida. Kira foi um presente na minha vida e Arden Cho também.

16. Elise Bauman

Elise Bauman

WORST.CRUSH.EVER.

15. Rita Volk

Rita Volk

Eu quero aqui fazer meu profundo agradecimento a Rita Volk e a sua personagem em Faking It, Amy, por estarem proporcionando que diversas garotas descubram suas sexualidades, eu serei eternamente grata a isso.

14. Sasha Pieterse

Sasha Pieterson

Eu gostaria de deixar bem claro que a Sasha tem 19 anos, acontece que ela tem essa mesma aparência desde os 12. Ela fez alguma forma de pacto com alguma entidade e ela não envelhece ou envelhece de forma muito devagar. Agora o que realmente é sexy nela é a voz, tá no meu top 5 vozes sexy da historia.

13. Phoebe Tonkin

Phoebe Tonkin

Australianas e seus sotaques *suspiros*. Phoebe tem esse ar de “sua mãe vai dizer que ela é problema”, mas é uma das pessoas mais sweets que alguém pode encontrar, ela é fascinada por colegais francesas, health food e moda, além de ser a pessoa mais estabanada que existe na face da terra. Você tem que amar essa menina.

12. Chloe Bennet

Chloe Bennet

Um terremoto de mulher. [Quem entendeu a referencia levanta a mãozinha, quem não, joga no google Quake Marvel].

11. Emily Bett Rickards

Emily Bett Rickards

A alteração sobre quem e como é a Felicity no universo DC foi a segunda melhor ideia que a equipe de Arrow teve na série. Como não amar a Felicity, essa pessoa que transcende sexualidade e gênero e deixa tudo e todos apaixonados.

10. Natalie Dormer

Natalia Dormer

She’s beauty, she’s grace, she’ll punch you in the face.
Eu ainda diria obrigada.

09. Dianna Agron

Dianna Agron

Dianna Fucking Agron, but you can call her, Charlie.

08. Caity Lotz

Caity Lotz

Aqui está a melhor alteração do universo DC feito pelos roteiristas de Arrow, uma bissexual Canario <3. Nunca vou lhe esquecer, nunca, nem as suas sardas, damn they’re pretty. Por que? Eu nunca vou aceitar isso.

07. Crystal Reed

Crystal Reed

Eu tenho o mesmo estilo de mulher que o Scott McCall, If you can kick my ass, you can take off my pants. Especialmente se você tiver um sorriso como esse.

06. Claire Holt

Claire Holt

Australia, obrigada. Sotaque, sardas, ela é mais alta que eu [coisa ultra rara nesse mundo] e o tipo de garota que vai as 3 da tarde num bar tomar uma pra relaxar. Por favor, casa comigo.

05. Yvette Monreal

Yvette Monreal

Essa sou eu procurando quem é responsável pela escalação de elenco de Faking It pra mandar uma cesta de muffins. Minha vida nunca mais será a mesma depois que Yvette entrou nela, já falei que ela é latina e tem uma voz sexy e cabelo colorido?

04. Candice Patton

Candice Patton

Me chama de Flash e faz um blog sobre mim, sua lynda.

03. Katie Stevens

Katie Stevens

Essa é o Karma que eu quero na minha vida. Que me desculpem as fãs da Rita, mas meu coração é da Katie. Vocês já repararam o quão beijavel são os lábios da Katie? Olhem com bastante atenção. Depois reparem nas pernas dela, ela tem as melhores pernas de Faking It, fora que o cabelo é linda e a voz dela. E ela canta. E esses olhos. Gente, não tenho estrutura.

02. Sharon Belle

Sharon Belle

Eu sempre disse que preferia garotas mais baixas que eu [cof 5’2″ cof], mas é por que eu nunca encontro garotas mais altas. Ai me aparece esses 6’2″ de ginger amazon em Carmilla e eu me encontrei na vida. Eu achei meu unico e verdadeiro destino, casar com a Sharon Belle. Olha pra essa mulher.

01. Shay Mitchell

Shay Mitchell

Utilizando um comentário de uma amiga, ela deve ser ilegal em alguns países. Shanon Ashley Mitchell é a prova de que devemos ser gratos pela mistura das raças e de que eu seria incapaz de funcionar no Canada.

Link permanente 1 Comentário

Top 2014: Pessoas que fizeram meu coração parar parte 1

dezembro 15, 2014 at 9:08 pm (Top) ()

top 2014

 

O Ano praticamente acabou e eu resolvi que nada melhor do que fazer alguns top 2014 por motivos de eu adoro fazer listas. Acho tão divertido e nada melhor do que começar com um tema tão arbitrário quanto beleza, obviamente isso é algo subjetivo e não por que eu acho que essas pessoas fazem meu coração parar que vocês tem que concordar. Agora o Blog é meu e eu listo como eu quiser. E para não ficar muito longo, será dividido em duas partes. Hoje temos do 50 ao 26 e amanhã vem as 25 primeiras pessoas que fazem meu coração parar.

50. Scott Michael Foster

Scott Michael Foster

Ele é fofo desde Greek, apesar dos personagens dele parecerem sempre os mesmos, ele é o único cara em Chasing Life que tem meu coração. E esse sorriso.

49. Jesse Williams

Jesse Williams

Ele é lindo, tipo uma forma quase surreal de tão lindo, ele é bom ator e ele é ativista dos direitos Negros, foi um dos atores que eu mais vi falar sobre toda situação em Ferguson e quão problemático isso era e parece que ele era professor universitário. Depois disso basicamente ele aparece e casa comigo sai da minha boca.

48. Kat Dennings

Kat Dennings

Max é my animal spirit, um simples fato. E existe algo na voz da Kat que não sei explicar, mexe comigo. E ela tá em Thor e digam o que quiserem eu amo a personagem dela.

47. Adam Smith

Adam Smith

Ele é o fratboy que eu comecei odiando no ultimo ciclo de ANTM, mas acabai aprendendo a amar. Fora que ele é muito bom de se olhar e ele pedindo desculpa pelo babaca homofóbico que ele um dia foi e aquecer um coração.

46. Kerry Washington

Kerry Washington

Ela é Olivia Pope, eu preciso dizer mais que isso?

45. Sherri Saum

SHERRI SAUM

A Lena de The Fosters, por que eu nunca sei se é life goals ou wife goals. Provavelmente ambos, por que quando mais Lena no mundo melhor. Sem falar que esse cabelo é a coisa mais linda dessa vida.

44. Laverne Cox

Larvene Cox

Por que se Beyonce é Deus, Laverne Cox é Jesus. E eu já aceitei isso como minha única e verdadeira verdade. Que mulher, que mulher, que mulher. Laverne me dá vida.

43. Lana Parrilla

Lana Parrilla

Por que se existe um motivo que ainda me faz assistir OUAT é essa mulher. Quem quer discutir o quão sexy é a cicatriz dela próximo ao lábio?

42. Derek  Theler

Derek  Theler

O Danny de Baby Daddy é grande, gostoso, bobão e joga hockey. Meu tipo de cara.

41. Janel Parish

Janel Parrish

Janelzinha chegou em PLL como quem não quer nada e de mentira em mentira ganhou meu coração. Eu não superei o final do seu personagem e ainda estou chorando esse fato. Você é 1,57, mas no meu coração você sempre será 1,59 e bem que podia sair um album musical ou ao menos um EP agora.

40. Sara Ramirez

Sara Ramirez

Juro que se casasse contigo não te trairia e faria o possível pra não morrer.

39. Grant Gustin

Grant Gustin

Olha essa carinha, olha esse sorriso, venk me chama de Iris e cria uma crush em mim, seu lyndo.

38. Annie Briggs

Annie Briggs

Beautiful Talent Asshole.

37. Emily VanCamp

Emily VanCamp

Eu parei de ver Revenge no 3 episódio da segunda temporada, mas ela é Agent 13 e apresentou um especial de 75 anos da Marvel e eu uso qualquer desculpa que eu puder para falar dessa mulher e o quão linda ela é nessa vida.

36. Aja Naomi King

Aja Naomi King

Desde Emily Owens M.D ela é a bitch que eu amo ver na TV e eu defendo Aja Naomi até o final dos meus dias.

35. Maia Mitchell

Maia Mitchell

Ela tem 20 e alguma coisa okay. Ela é linda, ela canta, ela toca violão, ela é australiana e tem essa cicatriz na testa que eu acho adorável, eu tenho algo com cicatrizes. E eu suspeito que ela participou de algum projeto Leda.

34. Steven R. McQueen

Steven R. McQueen

Ele tá aqui por que é muito muito muito bom de se olhar.

33. Marjorie Estiano

Marjorie Estiano

Marjorie é um excesso. Ela é um talento cantando, um talento atuando, um talento como forma de vida baseada em carbono.

32. Paola Carosella

Paola Carosella

MasterChef Brasil foi uma grata surpresa, apesar de achar que os candidatos tinham um nível péssimo, o formato do programa sempre funciona e Paola entrou na minha vida, como posso agradecer por isso. O sotaque dessa mulher, eu podia ouvir ela falar a vida toda que tava pouco.

31. Meagan Tandy

Meagan Tandy

Meagan Tandy começou a ganhar meu coração em Jane By Design como a Lu, acho que era a única que gostava dela, mas quando ela voltou como a super bad ass Breaden meu coração virou dela e eu nada mas me importa.

30. Aisha Dee

Aisha Dee

Ela fez parte do elenco de I Hate my Teenager Daughter, mas acho que destaque mesmo veio quando assumiu o papel de Beth em Chasing Life sendo a melhor amiga que qualquer pessoa poderia querer e ela tem sotaque australiano.

29. David Ramsey

David Ramsey

Acho que quem me conhece sabe que o Dig não é exatamente meu tipo de cara, ele é grande e musculoso e nada afeminado. Mas ele é o lado emotivo do Oliver, tipo o grilo falante da turma, fora que ele é meio bobão e um Olicity shipper. It’s adorable.

28. Tatiana Maslany

ORPHAN BLACK : GALLERY

Tatiana é 30 pessoas em uma só. E é Canadense, não é preciso mais que isso.

27. Sophia Bush

???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Pode me chamar de clichê, mas ela tem voz rouca sexy,porte de arma e um distintivo. Ninguém pode esperar que eu não me apaixone por ela. NINGUÉM.

26. Ming-Na Wen

Ming-Na Wen

Se mulheres armadas são sexy, mulheres que não precisam de arma para acabar com você são infinitamente mais sexy. Além disso Ming-Na é super nerd, a goofyball e ela tem essa aparência aos 51 anos.

 

Link permanente Deixe um comentário

Sobre girls kissing girls

agosto 29, 2012 at 10:56 pm (Top)

Alguém que um dia foi muito especial uma vez disse que a gente tem mania de olhar pra fora quando precisa muito olhar para dentro. Eu poderia escrever mil e mil textos sobre o que vem acontecendo ou sobre o que tenho sentindo, só que não.

Então como hoje é o dia da visibilidade lésbica resolvi listar meus casais favoritos, da TV e filmes.

Brittany & Santana (Glee)

watch?v=EEvADgj4yd0

Glee e a fama de série mais gay da tv americana. Gosto da Brittany e por todos os motivos do mundo, gosto muito da Santana e sinceramente acho que poucos casais funcionam tão bem quanto as duas, tanto em Glee quanto em outras séries.

Willow & Tara (Buffy – a caça-vampiro)

watch?v=lczuTwvytEg

Acho que esse foi o primeiro casal les que eu gostei. E nem sei explicar direito os motivos de gostar das duas, elas apenas parecem certas quando estão juntas. Nunca gostei da Willow com ninguém, apenas com a Tara.

Paige & Alex (Degrassi)

watch?v=CyklW7zXQlI

Degrassi e a incrivel capacidade de ter os melhores personagens e os melhores casais. Quando, como e por quê isso aconteceu? Não faço ideia, mas isso não é nem remotamente relevante. Às vezes a gente um dia acorda apaixonada por quem deveria ser apenas nossa amiga. E o que mais gosto em Palex é que a Paige apenas de toda a overreacted (natural) ela não se preocupou com rótulos, ela simplesmente tava apaixonada pela Alex e fuck the world.

Fiona & Imogen (Degrassi)

watch?v=Gd5bYEnyBKQ

Fiona é complicada e problemática, Imogen é incompreendida e apaixonante. Como eu ainda estou no inicio da season 12 de Degrassi as duas ainda estão dando os primeiros passos no relacionamento, mas é tanto amor pelas duas que não tem como dar errado.

Leyla & Tala (I can’t think straight)

watch?v=2czEV9YniAQ

Todo mundo adora Imagine You and Me, bem, eu sou do contra. Não é que não gosto do filme, mas não vejo essas coisas todas. Ainda mais quando comparo com I can’t think straight. Leyla e Tala são complicadas, apaixonantes e donas de uma honestidade como casal que me faz querer ter uma historia assim.

Spencer & Ashley (South of Nowhere)

watch?v=VQuGEfzsZVw

Essa série é antiga, acho que de 2003, feita pela Teen Nick e boom na cara da sociedade o casal protagonista é lésbico. São três temporadas das quais eu vi duas, não vi a terceira pelo simples fato que não tenho coragem de dar adeus a Speshley.

Emily & Samara

watch?v=XBgR4AsYmNw

Eu odeio Emily com a Maya e simplesmente não suporto ela com a psicopata da piscina, que atende pelo nome de Paige. Por que eu sou o tipo de pessoa que não se contenta com coisa pela metade. Ou Emily fica com a Samara ou sozinha, casal meia boca é coisa de quem tem medo da solidão e eu tenho pouca paciência pra esse tipo de gente.

Naomi & Emily

watch?v=t-PRR6wvP7A

As melhores cenas, as melhores frases, o melhor casal. Sem mais, sem espaço para argumentos. Naomi e Emily são OTP para duas vidas e meia.

Link permanente Deixe um comentário

Sobre acreditar no amor…

junho 12, 2012 at 6:07 pm (Top)

 

Toda proximidade de romanticamente comemorativas (Valentine’s Day e Dia dos Namorados) é a mesma ladainha nas redes sociais. E não sei o que me irrita mais, os casais exageradamente açucarados despejando juras eternas de amor e causando diabetes a todos ao seu redor, os solteiros ranzinzas feito eles só reclamando e praguejando a vida amorosa alheia ou a eterna batalha entre os dois.

Já passei da fase do odeio esse dia, do me sinto mal por estar sozinha e do esses dia não faz a menor diferença. Não vou praguejar.

Se eu acredito nesse romantismo exagerado que as pessoas demonstram nessa época do ano? Nem um pouco, nem mesmo por um segundo. Tem a mesma validação que ser bonzinho no natal. Independente de qual seja o sentimento, não é preciso data para demonstrar. Mesmo nã acreditando na data em si, acredito em relacionamentos e isso a meu modo. Para mim, eles sempre acabam um dia. E nem por isso deixam de ser necessarios, toda boa canção um dia acaba e nem por isso deixamos de aproveita-la.

Acho que me prolonguei na introdução, tudo isso era para eu postar um top dos casais que me fazem acreditar em relacionamentos.

Chris Zylka & Lucy Hale

Não faço ideia de como se conheceram ou como deu o inicio do namoro. Deve ter cerca de seis meses ou mais que estão juntos e são ridiculamente fofos. O mais legal deles é que a fofura vem principalmente do Zylka, ele é o fã numero um da namorada. Uma de dicação tão linda de ver. E sem contar que sendo bem sincero, eles são um casal que faz um bem danado aos olhos.

Idina Menzel & Taye Diggs

Idina Menzel é provavelmente minha atriz da Broadway favorita. Acho tudo nessa mulher completamente fascinante. E o casamento que ela formou com Taye é um casal tão fofo, trabalharam juntos em Rent e em 2003 se casaram após 7 anos de namoro. O filho do casal nasceu em 2009.

Ian Somerhalder & Nina Dobrev

Ian e Nina possuem uma química que transbordava as telas da tv,  tanto que inegavelmente o casal Delena possuia muitos mais fãs que o casal original da série The Vampire Diaries. Durante o segundo ano da série os boatos de que os dois estariam namorando as escondidas surgiram e ambos muito discretos deixaram para aassumir meses depois que de fato estavam juntos. Ainda hoje, quase um ano junto ainda são bem na deles sobre o assunto vida pessoal. Não faz muita diferença, falando ou não, eles devem ser um dos mais sexy casais da atualidade.

Blake Shelton & Miranda Lambert

Por que o country não é apenas feito dos sofridos terminos de Taylor Swift. Blake e Miranda estão juntos desde 2006 e são um desses casais ternurinhas. Os novos Tim Mcgraw e Faith Hill. O que se pode dizer quando o Blake escreve um música chamada God Give Me You e a introdução do video é da esposa?

Phoebe Tonkin & Claire Holt

Já pensou que louco você se apaixonar pela sua melhor amiga, já pensou que louco isso durar anos e anos e superar o fato de vocês terem ficado em continentes diferentes. Phoebe e Claire pensaram e sobrevivera. Ok, o casal devido a carreira publica não é exatamente oficial. No entanto, nenhuma das duas parece muito interessada em disfarçar. É husband pra lá, BF (que segundo elas é best friend como também é sigla para boyfriend) pra cá. Apelido carinhoso (Bear & Bambi), presentidnho, viagens para casa uma da outra quando gravavam séries em locações separadas. Enfim, um casal digno e fofo.

Kevin McHale & Grant Gustin

Casal formado nos bastidores de Glee, também não assumido, também nada discreto em redes sociais. O que se pode dizer quando os dois vão feito parzinho de vasos ao aniversario da amiga e companheira de elenco Dianna Agron? Eu shippo McGustin e vocês?

Shay Mitchell & Ashley Benson

Não assumidas, nada discretas. Acho que ser discreto não está em moda ess estação. Certo, Ash tem um suposto namorado. Mas quando você parece mil vezes mais apaixonada pela colega que pelo suposto namorado, podemos dizer que fica complicado de acreditar. E quem poderia culpa-la? Ou vai me dizer que você seria capaz de resistir aos encantos de Shay…

Lea Michele & Dianna Agron

Elas moraram juntas, elas tem uma estranha necessidade de estar sempre tocando uma a outra e nesse caso não é só as duas que se entregam em entrevistas, o elenco todo entrega as duas também. E esse fake namoro de Lea com Cory não ajuda em nada, por que eles na vida real conseguem soar mais falsos do que quando interpretam Finn e Rachel em Glee. Lea Michele e Dianna Agron estiveram ou estão juntas ou estarão juntas em algum ponto como um casal.

Link permanente 1 Comentário

Retrospectiva 2011: 5 melhores clipes

dezembro 19, 2011 at 8:35 am (musicas e afins, Opinião, Top)

Resolvi que faria uma retrospectiva de tudo que eu gostei esse ano. Aquilo que me marcou, aquilo que eu gostei. Não tenho pretensão alguma de bancar a crítica renomada ou conceitual, apenas dizer aqui que eu gostei e os motivos disso. As postagens que iram seguir aqui no Blog são inteiramente pessoais e totalmente parciais

5 melhores clipes

Mafalda Morfina – Café-com-leite

Conheci Mafalda Morfina em outubro de 2005 num show da banda no Ceara Music. Gostei do jeito diferente do som da banda e acabei acompanhando os shows que eles faziam por aqui. Café-com-leite eu não lembro se ouvi numa calourada nos meus tempos de estadual ou numa ida ao Acervo, sei que desde que ouvi se tornou uma das minhas música favoritas (senão a favorita) da banda.
Quando soube que sairia o clipe em outubro fiquei bem empolgada e mais empolgada ainda ao ver o resultado do trabalho. O ruído usado no filme para gravar, o tipo de luz suave e meio lúdica são dois pontos que eu amo. E amo a simplicidade dele também, Mafalda tem essa característica, é simples e é o que eu mais gosto na banda. É um clipe fofo para uma música fofa.

Kenny Chesney – You and tequila

You and Tequila é um clipe e uma música premiadíssima. Kenny Chesney até ganhou CMT Artist of the Year. É um cantor country incrível mesmo. Tenho um caso com o country já tem algum tempo e esse ano cresceu bastante. Acho que a country song é o tipo de música que fala com o coração, é mais sincera, orgânica por assim dizer.
You and Tequila possui um refrão forte e o clipe uma delicia, provavelmente o melhor dessa lista. Mais uma vez ele tem uma imagem granulada, o ruído do filme, que eu adoro e acho charmosíssimo. E existe uma brincadeira com a luz ambiente no vídeo que é encantadora, os takes feitos no bar quando eles tomam tequila também são interessantes, é um olhar que sai um pouco do obvio. Um clipe realmente incrível de se ver.

Taylor Swift – Ours

Taylor é uma queridinha minha, tem sido minha cantora country favorita há algum tempo. Adoro a sinceridade de suas músicas, Ours quando saiu o álbum Speak Now me atraiu a atenção fácil e fiquei feliz que tenha sido escolhido como single.
Esse clipe nem possui o granulado como os outros dois anteriores, mas tem uma dupla fotografia que eu achei encantadora. Enquanto Tay está no trabalho é tudo muito pastel, muito bege e sem graça, mas as memorias e o momento em que ela vai ao encontro do par romântico isso muda, ganha um colorido suave, que assim como a música dela me lembra contos de fadas

Lady Antebellum – Just a Kiss

Outra música country. Just a Kiss eu acho que é a canção mais romântica, fofa e doce que eu já ouvi. Dica, se alguém dedicar ou lhe der essa música, é amor e ponto final.
Por isso me irrita um pouco que o clipe seja um gigantesco comercial, no entanto ainda mantem um caráter doce que faz estar presente aqui. Gosto desse roteiro ao reverso do vídeo, onde só vemos os protagonistas se conhecendo no final e é quando notamos que isso foi um amor de passagem. Aqui também há uma brincadeira com a luz como no clipe de You and Tequila, não é tão incrível como no vídeo anterior, mas é muito bom. Ajuda a dar o clima da música.

 

Joyce Jonathan – Tant Pis

Joyce Jonathan é uma cantora francesa que eu conheci recentemente, não tem nem um mês. Fiquei encantada com a voz dela, é o tipo de voz que você ouve e não consegui se sentir mal enquanto escuta, é meio que um abraço caloroso.
Esse clipe achei fantástico, tem como todos os outros uma fotografia suave, uma luz agradável e nada brusco ou estourado. O roteiro brinca com o surreal e assim como Just a Kiss é feito no reverso, vamos vendo o casal rejuvenescendo no decorrer da canção. Um mimo por dizer. E o clima de outono me encanta, não sei explicar, mas sempre que penso na França imagino o país no outono.

 

 

Link permanente 1 Comentário

About Silly Love Songs

junho 12, 2011 at 8:58 pm (aleatorias, Top)

 

E chegamos à data mais silly do calendário nacional. Não me dou bem com datas comemorativas, em especial dia dos namorados. Mas queria fazer uma postagem aqui, ando meio afastada, sem saber o que escrever direito e acho que me força a escrever em certas datas pode ajudar a tirar esse bloqueio. Para terem ideia, iniciei essa postagem do dia dos namorados umas 6 vezes, mas nada ficava do meu agrado.

Silly Love Songs.

Havia pensado em colocar séries de tv, meus casais e citações favoritas. Mas estava aqui no meio do texto, completamente travada, e estava escutando músicas, Silly Love Songs na versão de Glee. Pareceu tão natural mudar os rumos e escrever das minhas love songs favoritas.

E não esperem canções bonitinhas, fofas e românticas. Eu não sou esse tipo, minhas músicas não seriam assim também. Mas vamos a listagem antes que eu mude mais uma vez de ideia.

 

One Republic – Apologize.

 

Amo essa música desde o primeiro instante que eu a ouvi. Todo mundo sabe disso. E ela fala sobre amor, a forma como eu geralmente vejo o amor. Aquela coisa de amar alguém e não ser amado de volta, a pessoa bem que gostaria de lhe amar de volta ou ao menos diz isso, mas é uma situação que não tem desculpas. É viver e deixar passar.

 

3 doors Down – Let me go

 

Você já amou alguém que sabia que não lhe merecia e ainda assim não conseguia deixar esse sentimento? Você sabe que aquela pessoa não lhe conhece como deveria, que não ama quem você é, no entanto está presa a esse sentimento, meio que implorando para ser liberada de alguma forma, sem saber como.

 

Taylor Swift – You belong with me

 

Essa provavelmente é a minha música. Eu sempre sou a melhor amiga e nunca a namorada. A que sabe tudo, a que entende, quem esta esperando ser vista e notada. Eu sou a garota de t-shirt e sneakers.

 

Lady Antebellum – Just a Kiss

 

Você gosta de alguém, você diz isso para a pessoa. Mas você quer que a pessoa esteja confortável, você quer que ela lhe queira de volta. Então você espera, dá para esperar, is just a kiss.

 

Quase Sem Querer

 

Nem sabia o que era amor quando escutei essa música, tinha algo em torno de seis anos. Legião me fascinava naquela época. Gostava daquelas letras que confesso não entendia direito, mas gostava. Cresci e fui gostando mais a medida que fui entendo. Quase sem querer, acho que é assim que tudo acontece, sem ser notado, ser percebido… Quando damos por si, lá esta aquele sentimento que não tínhamos antes, mas está ali.

 

Scracho – Divina Comédia

 

É doce, suave, exagerada. Adoro divina comédia, tanto o livro quando essa música do Scracho. Gosto de exageros. Gosto principalmente dessa poética frouxa e bobalhona. Não acredito nessa coisa de “você me dá tudo que eu preciso”, porém gosto dessa coisa de fazer o impossível para deixar o outro feliz.

 

Scott Porter and the Glory Dogs – Pretend

 

Falta algo, você sabe disso. Uma certa carência que não acaba, que não passa. Então um dia sem esperar por nada, sem imaginar, você nota que essa ausência acabou que diante de você está aquilo que você procurava.

 

Bryan Greenberg – Someday

 

Talvez amar seja essa certeza de mesmo distante, mesmo sem estar junto sabe-se que um dia vão volta a se encontrar. Que não é certeza, na verdade, é esperança. Talvez seja isso, talvez amor seja esperar e ter esperança.

 

Demi Lovato – Catch me

 

Amor vem com medo. É aquele receio de ser deixado, de se entregar e ter o coração partido. Porém é um medo quase gostoso de se sentir, acaba sempre envolvido demais. Que tudo seja feito com calma, gentilmente, que se possa aproveitar cada instante que antecede o fim de toda historia. Please, don’t catch me.

 

Silly Love Songs

 

Eu tinha que termina com a música que iniciou esse texto. Não sei explicar por que gosto tanto dessa música, simplesmente gosto. No final das contas, eu até posso ser um pouco romântica. E se alguém espalhar isso, eu vou negar!

Link permanente Deixe um comentário

[Youtube] Artistas e seus duetos

maio 21, 2011 at 6:46 pm (Top)

Já faz algum tempo que eu descobri esses artistas do youtube. São garotos e garotas que gravam cover de músicas que gostam e colocam na rede. Uma ideia bem simples, mas que começou a atrair a atenção de muita gente. Tanto que lá fora rola o DigiTour, turnê apenas com esses artistas.

Eu que gosto dessa coisa diferente, adorei esses cover do youtube. Tenho meus cantores favoritos e acompanho mesmo a carreira deles, tenho escutado mais esses desconhecidos do que muito cara que tem contrato com gravadora. Nesse momento de ocio onde nada funciona, nem mesmo escrever, resolvi dividir com vocês os meus 10 duetos favoritos. Outro dia eu faço um especial de cada um dos participantes aqui. Mas quem quiser ver o canal deles no youtube antes, vale a pena

“Just A Dream” by Nelly – Christina Grimmie & Sam Tsui

“Who Says” by Selena Gomez- Megan Nicole and Tiffany Alvord

“Break your heart” by Taio Cruz – Christina Grimmie & Tiffany Alvord

“Don’t You Wanna Stay” by Jason Aldean ft. Kelly Clarkson –  Jake Coco & Julia Sheer

“Mean” by Taylor Swift – Tiffany Alvord & Jake Coco

 “What The Hell” by Avril Lavigne – Jake Coco & Caitlin Hart

 “Mumford and Sons” by The Cave – Tyler Ward and Megan Nicole

“Born This Way” by Lady Gaga – Tyler Ward ft. Alex G

“Like a G6” by Far East Movement – Tyler Ward and Crew ft. Julia

“Firework” by Katy Perry – Alex Goot ft Tyler Ward

Link permanente Deixe um comentário

Sobre mudar o foco

maio 8, 2011 at 10:53 pm (aleatorias, Top)

Ningué deve estar entendendo nada. Uma vez no zine de alguém muito muito muito especial pra mim, eu li que nós olhamos para fora para não sermos obrigados a olhar para si mesmos. Minha vida está uma confusão. Bem, não minha vida. Eu estou uma confusão maior do que o normal. Me sentindo pessima e fora dos eixos, perdida, chata, uma pessima companhia. Sentindo suadades de pessoas que sairam da minha vida entre outras sensações que tem me tomado.

Então resolvi que não vou falar sobre mim. Vou falar sobre propagandas. Sempre gostei, acho fascinante e algumas me foram marcantes. Então separei algumas campanhas que eu adoro e sempre lembro delas para mostrar a vocês. As primeiras tem textos quem e cativam e me acalmam, tem aquela poesia que eu queria aos 16 anos. Lembram muito o meu eu de 16/17 anos. As outras são mais antigas e são simples recordações de uma infância perdida que eu já quase não me lembro.

Propaganda Nobel:

Rotina – Natura:

Nissan tiida:

Folha de São Paulo:

Parmalat:

Guarana Antartica:

Faber Castell:

http://www.youtube.com/watch?v=hihyZtyXLqA&feature=related

Link permanente Deixe um comentário

Quando misturar dar certo

novembro 18, 2010 at 12:41 am (Top)

 

Acho que andei falando demais de mim aqui. Ou com uma frequência muito alta. Não que falar de músicas e dos meus gostos não seja falar de mim, mas para variar um pouco não vamos falar de algo tão pessoal. Antes que eu comece o assunto dessa postagem, queria agradecer aos comentários de quem comenta. Vocês realmente me fazem soltar sorrisos bobos e aos comentários de quem não comenta também. Por mais que eu fique super constrangida ao ouvir “Eu sempre leio seu blog” adoro o fato de saber que vocês leem.

Agora vamos ao que interessa.

Eu adoro musica, adoro misturar tudo. Adoro ouvir versões inusitadas das minhas músicas favoritas. Na mais natural do que gostar de Mashup e Medley.

Separei aqui alguns dos mashup e medley que eu mais gosto, tanto pelo arranjo feito, quanto pelas musicas e cantores envolvidos.

Love The Way You Lie/Dynamite/Teenage Dream

Escutei essa música já tem um bom tempo, simplesmente viciei. Adoro a voz do Sam Tsui, por sinal tenho todos os cover que ele faz no Silver (meu Mp4). Ficou um encaixe perfeitinho entre as músicas. E sendo bem sincera eu adoro qualquer coisa que envolva Teenage Dream, por que sim eu sou muito fã dessa música e adoro a Kate Perry ok.

It’s My Life/Confessions

Eu sou Gleek, não nego. Adoro as versões das músicas e sou do tipo que sabe as coreografias e quando escuta tem que se segurar pra não sair dançando (ok, confesso que algumas vezes eu saiu danço, mas isso é segredo. Shhhh!). Adoro Usher e Bon Jovi, principalmente as duas músicas misturadas. Então havia alguma razão racional para eu não ser completamente viciada nessa versão de Glee? Sem contar que ela é ótima para dançar

Taylor Swift Medley

Não sei bem como comecei a gostar da Tay. Mentira, eu sei perfeitamente bem, como, quando e o por que, no entanto eu disse em uma portagem anterior que não comentaria sobre esse assunto. O fato é que um dia eu me peguei completamente viciada nas musicas dessa loirinha. Quando ouvi esse medley meus olhos brilharam. Mesmo tendo muito de Love Story, musica que eu simplesmente não consigo gostar, tudo fazia sentido, as junções, a mistura.

Miley Cyrus Medley

Sim eu gosto e escuto Miley Cyrus sem o melhor preconceito, gosto das musicas dela tanto como Miley quanto como Hannah Montana. E esse medley é tão bonitinho que mesmo quem não gosta dela deveria dar uma chance, falo sério, as pessoas se surpreenderiam se dessem uma chance.

Livin on a prayer/ Start me up

Esse foi o mashup é da segunda temporada de Glee. Afinal os mashup fizeram bastante sucesso e virou tradição para o Glee Club. Eu adorei a vibe rocker das meninas e foi uma mudança bem interessante de se ver. ai gostei da versão e está no Silver fazendo minha cabeça.

Menção Honrosa

Essa menção honrosa eu tinha que fazer. Eu sei que não é propriamente um medley ou um mashup. Nem mesmo é um cover como os outros vídeos, mas quando eu ouvi Demi cantando minhas duas músicas favoritas juntas no show eu sabia que tinha que mencionar aqui. Ainda mais que formam uma mensagem interessante já que Catch Me fala sobre se apaixonar e ter medo do fim de um relacionamento e Don’t Forget é sobre como algo tão forte pode ter acabado de uma hora para outro. Mais interessante ainda é ver que ela montou essa mistura na turnê que faz ao lado de Joe Jonas aka Ex-namorado. Adoro as indiretas que ela faz questão que ele ouça.

Link permanente Deixe um comentário

Next page »