Sobre Perda

maio 1, 2014 at 10:30 pm (aleatorias)

tumblr_lquw3xrNvr1qh4kwvo1_500

Acho que uma das piores sensações existentes é a de perda. Perder alguém é algo doloroso, independente de ser uma perda física, a morte de alguém, ou algo mais emocional.

Eu recaio muito no habito de achar que certas pessoas sempre irão fazer parte da minha vida. Claro que pessoas importantes nunca realmente saem das nossas vidas, elas deixam uma impressão, não no sentido de uma ideia, mas uma marca mesmo. Agora quando eu digo fazer parte da minha vida, quero dizer de forma ativa. São pessoas a quem posso recorrer que eu posso procurar e que de fato vão ter algo a me dizer.

Entretanto a vida não funciona como se imagina ou se deseja e algumas pessoas parecem simplesmente escorrer pelos dedos. Os contatos são mais e mais distantes, as diferenças mais e mais visíveis e é quase impossível contorna-las. É como se de uma hora para outra uma pessoa falasse e a outra só compreendesse latim arcaico. E a verdade é que ninguém sabe falar latim arcaico.

Não é culpa de ninguém, às vezes pessoas crescem separadas. Não é como se eu magicamente deixasse de gostar de você ou você deixasse de gostar de mim, nem mesmo significa que o que sentimos um pelo outro diminuiu de importância. Somo hoje pessoas tão diferentes do que éramos quando nos conhecemos que talvez já não haja mais sentido fazermos parte da vida um do outro. Talvez estejamos tão confortáveis em uma situação que nem percebamos a mudança até ser meio tarde demais, partiria meu coração perder você, se eu já não tiver perdido, mas eu não sou o tipo de pessoa que luta por alguém.

E não me entenda mal, apenas acho que estupida a ideia de ter que lutar por alguém. Eu sinto como se estivesse forçando alguém a gostar de mim, eu não sou do tipo que obriga ninguém a nada. Ou se gosta de mim espontaneamente ou não. Talvez essa seja a razão da minha vida amorosa ser inexistente, mas qual o sentido de ter alguém por que se forçou algo. Eu quero ser a escolha de alguém, sei lá, quero ser o livre-arbítrio de alguém. Soa tão poético, alguém me ter de livre-arbítrio em sua vida.

Eu sei que estou divagando e falando bobagens, mas a verdade é que eu simplesmente não sei lidar com perda e eu uso piadas desconexas, sarcasmo e bobagem pra encobrir esse fato, essa situação desconfortável onde eu não sei como agir por acreditar que chegamos ao fim, apenas não sabemos como oficializar.

Link permanente Deixe um comentário