Sobre Casamento…

abril 22, 2012 at 6:53 pm (aleatorias)

Sempre tive problemas com relacionamentos, odeio me sentir presa e sufocada. Meu namoro mais longo durou 3 meses e foi a distancia  e eu passei 45 dias agoniada querendo terminar. Então nunca foi surpresa para ninguém minha falta de vontade de casar. A surpresa foi dizer que isso pode ter mudado…

Falando com a melhor amiga, soltei que queria namorar, sério, daquela coisa de compromisso. Nada de prisão, calma, eu apenas quero ter o direito de me preocupar com alguém 24 horas por dia, sete dias por semana. Quero o direito de cuidar e proteger, sem ficar paranoica comigo mesma achando que estou cruzando todos os limites legais da “amizade”.

E a verdade é que há algum tempo eu vejo comentado algumas coisinhas sobre o futuro. Como por exemplo que um dia posso vir a ter filhos, filha na verdade, minha Morena Flor. Sim como nome já escolhido e madrinha. O padrinho é algo mais delicado, tenho dois amigos que gostariam que fossem padrinhos e que possivelmente me matariam se um deles não for.

Mas o assunto é casamento… Então eu que não namoro ninguém desde meus 20 anos, que não tenho nem mesmo pseudorelacionamento ou perspectiva de tal situação me vejo com planos de casório. Um buque de lírios, uma briga com meu estilista Marcelo Lima para chegarmos ao acordo do vestido, eu querendo algo simples e ele me enfiando espartilhos e caldas. 3 pares de padrinhos para mim, já escolhidos. As madrinhas: Mei, Leticia e Maria Carolina. Os padrinhos: Euds, Silvestremente e nota mental, conseguir mais um bom bom amigo homem. Votos escritos por nós mesmos. Gostaria que Sil fizesse a cerimonia, que nem o Max de Happy Endings fez durante a primeira temporada ou a Haley fez no casamento da Peyton.

A trilha sonora do casamento seria muito próxima da de The OC. Com certeza usaria Maybe I’m Amazed versão da Jen, em algum momento. Talvez usasse Wonderwall como first dance. Enfim, percebeu os mil planos e a falta de nexo já que nem relacionamento eu tenho e que até 2 anos atrás eu abominava essa ideia. Isso passa, certeza, isso vai passar.

Se não passar, alguém se candidata para noivo ou noiva?

Anúncios

Link permanente Deixe um comentário

Sobre Quinhentos e Vinte e Cinco Mil e Seiscentos Minutos

abril 7, 2012 at 7:27 pm (aleatorias)

Cresci. Por que eu odeio o termo envelhecer ou amadurecer. Tudo que envelhece morre e por mais que eu vá morrer, não preciso espalhar isso pro mundo. E se amadurece tanto que fica podre, também não gosto. Então até hoje eu digo que cresci, mesmo que fisicamente eu tenho a mesma altura desde os 12 anos, amigas baixinhas lidem com isso.

Como medir um ano?

Bem, há um ano eu tentei essa coisa nova chamada ser honesta comigo mesma. Pela primeira vez eu assumi não só pros outros, como pra mim que eu gostava de uma garota. Eu comecei a deixar de esconder meus demônios, o real motivo pelo qual eu fiquei um ano sem sair de casa e que me levou a ser internada e medicada.

Em um ano eu briguei, me reconciliei, conheci gente nova e incrível que em segundos eu não sabia ficar sem. Chorei, rir, chorei… Acho que nunca chorei tanto. Aprendi como pedir colo e que não vou ser fraca por isso. Me encantei, gostei e algo mais.

Ganhei o roommate mais incrível do mundo que é alguém com quem é ótimo poder compartilhar as loucuras cotidianas como dançar Single Ladies no meio da rua ou as 7 da manhã fazer as Cheerios performando  I Say a Little Pray for You.

Eu escrevi, eu escrevi muito sobre muita coisa. Eu fotografei, não tanto quanto gostaria. Voltei a escrever roteiros, me viciei em livros, séries, musicas e pessoas. Perdi as contas das xicaras de café e das noites viradas, desisti de contar as doses tomadas e os cigarros queimados. Furei minha língua. Subi na mesa, reencontrei o passado.

Foi um ano, sem essa bobagem de foi um ano bom ou ruim, foi um ano e isso já significa muito. Como você medi um ano?

 

‘In truths that she learned

Or in times that she cried

In bridges she burned

Or the way that she died’

Link permanente Deixe um comentário

Sobre a série o que você poderia me dar de presente

abril 4, 2012 at 1:12 am (aleatorias)

Meu aniversário está chegando, a linda sorte dele cair durante a semana santa. Esse ano vai cair no sábado de aleluia. Ainda não resolvi se irei ou não comemorar de alguma forma, sou sempre problematica com isso e como a maioria dos meus amigos não moram nem no mesmo estado que eu não me sinto motivada para comemorações esse ano.

Mas eu adoro um bom presente e é tão comum alguém me perguntar o que eu gostaria de ganhar, não sei chegar e falar me dá isso, no entanto eu adoro criar listas. Ai vamos unir o util e o agradavel e postar coisas que eu gosto e poderiam ser otimos receber.

Livros

Série The Hunger Game: Em Chamas, A Esperança, A filosofia Por Trás de Jogos Vorazes

Pretty Little Liars: Inacreditaveis, Perversas, Destruidoras

Meg Cabot: Insaciável, Tamanho Não Importa, Avalon High, Avalon High – A coroação

Rick Riordan: Pirâmide Vermelha, O Trono De Fogo, O Herói Perdido

Música

Glee: Vol 1, Vol 2, The Christmas album, The Rockt Horror Glee Show, Glee The 3D Concert, Vol. 7

Demi Lovato

Taylor Swift

The Hunger Games

Outras

T-shirt: Aquela câmera nova não te transformou num fotografo, Keep Calm and Drink coffee, Se tudo der errado eu viro jornalista, Bones, Grey’s Anatomy, One Tree Hill, How I met your mother, Glee, The Vampire Diaries, Irish

Lomo: Diana Mini, Fisheye, Oktomat, Action Sampler, Toy Camera, Robot, Stereo

Canecas

Sonho de consumo:  Claire Holt, Shay Mitchell, Naya Rivera, Phoebe Tonkin, Samuel Larsen, Chris Zilka, Jessica Lowndes, Jessica Stroup, Matt Lanter, Chelsea Hobbs, Demi Lovato

Link permanente Deixe um comentário