Sobre Pré-conceito

setembro 26, 2010 at 11:37 pm (aleatorias)

Eu estava lendo os comentários da review de Glee de um amigo e então li ” vejo vcs no 3º, me recuso a ver Britney Spears”.

Então alguém que é fã da série vai deixar de ver um episódio por não gostar de Britney? Acho isso absurdo, como acho absurdo quem não viu The Last Song por que a Miley Cyrus é protagonista ou reclamou do Justin Bieber ter feito uma música da trilha de Karate Kid.

Não consigo entender esses pré-conceitos das pessoas… Como ter opinião sobre algo que não se conhece?

Eu gosto de Britney, não dá pessoa, mas gosto das músicas. Gosto da Miley, até gosto da pessoa, todo adolescente comete loucuras, a questão que a dela estão sendo vistas por todo mundo. Gosto da Demi Lovato e dos Jonas Brothers. Gosto dos filmes disney e quando eu digo filmes, não é Rei Leão ou outro desenhos, mas sim dos filmes tipo Camp Rock.

Eu gosto de séries teen, gosto da CW. Gosto de filme água com açúcar e de filme mentiroso com sangue, bala e porrada voando. Gosto de Twilight e pegaria Taylor Lautner fácil.

Gosto dessas coisas adolescentes, gosto de me sentir ainda adolescente.

Gosto de andar em ambientes gays. Meu amigos são 98% deles gay’s, então é natural pra mim ir a balada gay. Gosto do clima, do ambiente, da diversão. Não tenho paciência pra balada hétero, não por ser uma balada hétero, mas por que eu não gosto do clima dessas festas, nem das pessoas.

Eu não sou a tipica menininha. E pelo meu ciclo de amizade, meu jeito e os locais por onde ando acabo sendo rotulada. Até mesmo alguns amigos meus acham que sou gay.

Poxa sou hétero, por que eu tenho que ficar afirmando isso? Nunca tive interesse em meninas. Nunca senti vontade de beijar nenhuma garota, só garotos, então sou bem confiante da minha opção sexual. Se um dia por ventura eu me interessar por uma menina isso não vai me fazer surta.

Eu me interesso pela pessoa, pelo jeito, pela forma como me trata. Por coincidência ou não, todos por quem eu me interessei eram do mesmo sexo e que era diferente do meu.

Então por que todo mundo tem que criar uma opinião sobre mim pelo que eu escuto, pelo que eu leio, pelo que eu vejo, com quem eu ando, pra onde eu saiu?

Eu não posso simplesmente chegar, conversa e eles verem quem é a Camila?

Não gosto de rótulos e nem desses pré-conceitos. Se alguém diz que algo é ruim, eu vou lá e vejo, tirou minha própria opinião. Não dá tanto trabalho fazer isso… Acho que as pessoas deveriam tentar ou pelo menos parar de me rotular um pouco

Link permanente 3 Comentários

Sobre aquele Garoto

setembro 23, 2010 at 1:40 am (aleatorias)

– Seu mundo seria  mais fácil se eu não voltasse – Chuck

– É verdade, mas não seria o meu mundo sem você nele. – Blair

Há pouco mais de um ano conheci um garoto.  Ele estava com a namorada, mas sabe quando rola uma conexão imediata? A namorada ficou pra escanteio na hora, rimos, brincamos como velhos amigos… Eu escolhi as roupas que ele deveria comprar naquele dia.

Eu estava encantada de ter encontrado um garoto heterossexual tão ligado na aparência, discutimos cabelo, roupa, acessórios, onde era melhor comprar… Enfim.  3 dias depois saímos juntos. Eu, ele, os amigos dele e nenhuma namorada. Era um show gratuito do paralamas do sucesso com Titãs. Eu ia na frente para garantir que não perderíamos a parada. Ele chegou, se sentou, me puxou pra perto e de lá até o fim da noite a mão dele não saiu da minha cintura. Teve dança juntinha e pedido para que eu não deixasse fazer nenhuma besteira.

Fim de show, todo mundo na minha casa. Todo mundo no meu quarto, ele esqueceu roupa pra dormi. Fica de cueca! Ele aceitou a sugestão…

Depois desse fim de semana a gente já tinha planos, todo sábado ele ia lá pra casa, só ia embora no domingo de noite.

– E tua namorada?

– Eu não gosto dela, estou com ela por que é certo… Ela gosta de mim e me aceita do meu jeito

– Você não devia ficar com alguém sem gostar… Só por que é certo. Você pode encontrar alguém melhor, que goste do seu jeito e não aceite.

4 dias depois dessa conversa eu recebo uma SMS: Ei, o Garoto terminou o namoro!

No fim de semana…

– Teu telefone tá tocando.

– É ela, já me ligou 34 vezes hoje… Ela tava achando que tínhamos dado um tempo e não terminado. Foi difícil.

– E agora?

– Quero um tempo pra mim, sai emendando 4 relacionamentos. Preciso de um tempo comigo mesmo, me entender.

Ele me disse isso enquanto me puxava contra o corpo dele.

O tempo foi passando e nossa amizade aumentando. Nossa química também, mas eu não iria dar o primeiro passo, ele que resolvesse o tempo dele e me procurasse.

-Vamos juntos ver a estreia de Lua Nova?

– Vou comprar nossos ingressos… Vem dormi aqui sábado, furão? Faz tempo que a gente não fica junto.

– Vou sim.

Sábado, nada dele… Nem um sinal, o celular morreu. Morta de preocupada, ele nunca veio sozinho para minha casa. 21h o telefone toca.

– Ei, o garoto tava no estadio, quer falar contigo

– Não quero desculpas, se não aparecer hoje aqui em casa eu não compro seu ingresso e parei contigo. – Desliguei o celular.

00h a campainha toca.

– Eu cheguei a tempo, me perdoa por favor! – Ele falava sem folego, veio correndo deus sabe de onde.

Sábado a noite, amigos reunidos… O que tem de bom? Vodka! Garrafa vazia. Bora jogar verdade ou desafio? Não é justo, a garrafa tá viciada só dá eu e ele pra responder. Riso diabólico dos amigos. Amanhece o dia. Eu vou pro meu quarto, quem vem comigo? Ele se levanta, no meio do caminho, do jeito mais constrangido possível: Desculpa, mas eu não funciono sobre pressão!

No outro sábado,

– Demorou!

– Ia trazer o whisky, mas tomei metade da garrafinha no caminho, não sabia o que fazer. -eu terminando de me arrumar – Esse teu perfume me mata, sabe disso né – Meu sorriso malicioso.

No onibus.

– Só tem uma cadeira. Senta!

– Senta você – Ele senta, eu sento no colo – Eu vou no teu colo, assim vamos os dois sentados.

Depois do filme.

– Eu sou uma garota de 12 anos. Fiz pra ti ** entrega um cd** – Ele abre e lê a carta que eu escrevi.

– Olha, você sabe muito bem o que eu sinto por você, mas sabe que sempre tentamos misturar amizade e amor acabamos fudidos. Não posso ficar sem você na minha vida, deixa acontecer. Quem sabe os planetas não se alinham uma hora dessas.

– Idiota romântico!

Depois desse dia os fim de semanas eram nossos. Eu, ele e nossas séries.

– I’m not chuck bass without you

– Gossip Girl tá chato, prefiro 90210 ou The Vampire Diaries!

Cada dia era mais dificil evitar nosso relacionamento, mas eu deixei rolar. Eu sei fui idiota. Mas ele me deixa assim, o que posso fazer. Final de ano, chega, ele vai ter que resolver isso. Vou viajar e ele que se entenda e me procure depois.

Voltei de viagem, SMS: Ei sabia que o Garoto voltou com a namorada?

F!$$ da %$%%!

Sabe o que me doí mais, é ele me mandar mensagens ainda hoje falando nossa amizade não mudou nada, que o que ele sente por mim não mudou nada, que sente falta da “gente”. Mas ela me odeio e agora ele não chega a cinco metros de distancia de mim, pra quem , nos fins de semana, dormia na cama comigo sobre o peitoral… Muita coisa mudou.

Link permanente 1 Comentário

Atores que sabem cantar

setembro 6, 2010 at 12:41 am (Top)

Passeando pelo twitter, vi o tweet de uma amiga minha falando que apoiava a Jessica Lowndes seguir a carreira de cantora, deixando de lado a atuação. Não eu não concordo com isso, já que a Lowndes faz a Adrianna de 90210 e eu adoro a personagem.

Porém concordo que ela poderia muito bem seguir a carreira de cantora, faz os dois. E isso me lembrou de outras atrizes e atores que também podiam seguir a carreira musical.

Coloquei os meus favoritos nessa lista (ok, alguns deles já seguem)

Jessica Lowndes – Falling In Love

Esse foi a música do tweet do começo do texto. Eu já gostei da voz da Jessica quando ela apareceu cantando em 90210. Depois desse clip eu quero um disco dela pra já. Essa menina precisa muito continuar essa carreira de cantora.

Leighton Meester ft Cobra Starship – Good Girl Go Bad

Sou viciada nessa música, adoro Cobra Starship. E acho que se a Leighton seguir essa linha pop a carreira de cantora dela vai decolar, os fãs de Gossip Girl iriam adorar, sou sincera.

She & Him (Zoey Deschanel) – You Really Got a Hold On Me

Adoro as garotas Deschanel. Quem vê Bones sabe que a Emily pode arrasar cantando. Não é de se surpreender que a Zoey (500 dias com ela) também cante bem. A banda She & him toca um estilo folk / indie bem gostosinho.

The Pretty Reckless (Taylor Momsen) – Miss Nothing

Leighton não é a única do elenco de Gossip Girl a ter um talento musical. Little Jenny também. Não sei dizer se foi o estilo rocker da banda The Pretty Reckless que influenciou a mudança da personagem de GG ou o contrario, mas tanto faz. Esses dias foi lançado oficialmente o album da banda e eu adorei. Surreal imaginar que uma garota de 17 anos tenha essa voz toda.

Scarlett Johansson – Falling Down

Não sei dizer direito por que eu gosto, mas eu gosto de ouvir a Scarlett cantando. Como diria uma amiga, é o efeito Scarlett

Sterling Knight – StarStruck

Eu gosto e não gosto do Sterling não ter uma carreira musical. Gosto por que isso vai diferenciar ele dos outros meninos Disney, ele está focado em uma coisa, não é um mero produto de vendas da Disney. Não gosto por que eu adoro a voz dele e o jeito pop das musicas que eu ouvi ele cantando.

Bryan Greenberg – Waiting for Now

Bryan é um ponto fraco meu, mas vamos ser francos. Ele é a coisa mais “Ai Meu Deus” cantando assim.

Bethany Joy Galeotti – Songs in my pockets

A personagem da Bethany em One Tree Hill me irrita, mas não posso negar que canta bem pra caramba. E eu gosto dessa vibe Alanis

Kate Voegele – Angel

Eu sei que ela começou como cantora, mas a Kate entrou na minha vida interpretando a Mia em One Tree Hill. Então é atriz pra mim e estamos conversados.

Link permanente 2 Comentários